Seguidores e amigos!

quinta-feira, 22 de abril de 2010

terça-feira, 20 de abril de 2010

Os dez mandamentos

ÊXODO 20.13
- Não mate.

Os dez mandamentos

ÊXODO 20.12
- Respeite o seu pai e a sua mãe, para que você viva muito tempo na terra que estou lhe dando.

Os dez mandamentos

ÊXODO 20.8-11
- Guarde o sábado, que é um dia santo. Faça todo o seu trabalho durante seis dias da semana; mas o sétimo dia da semana é o dia de descanso, dedicado a mim, o SENHOR, seu Deus. Não faça nenhum trabalho nesse dia, nem você, nem os seus filhos, nem as suas filhas, nem os seus escravos, nem as suas escravas, nem os seus animais, nem os estrangeiros que vivem na terra de vocês. Em seis dias eu, o SENHOR, fiz o céu, a terra, o mar e tudo o que há neles, mas no sétimo dia descansei. Foi por isso que eu, o SENHOR, abençoei o sábado e o separei para ser um dia santo.

Os dez mandamentos

ÊXODO 20.7
- Não use o meu nome sem o respeito que ele merece; pois eu sou o SENHOR, o Deus de vocês, e castigo aqueles que desrespeitam o meu nome.

Os dez mandamentos

ÊXODO 20.4-6
- Não faça imagens de nenhuma coisa que há lá em cima no céu, ou aqui embaixo na terra, ou nas águas debaixo da terra. Não se ajoelhe diante de ídolos, nem os adore, pois eu, o SENHOR, sou o seu Deus e não tolero outros deuses. Eu castigo aqueles que me odeiam, até os seus bisnetos e trinetos. Porém sou bondoso com aqueles que me amam e obedecem aos meus mandamentos e abençoo os seus descendentes por milhares de gerações.

Os dez mandamentos

ÊXODO 20.1-3
Deus falou, e foi isto o que ele disse: - Meu povo, eu, o SENHOR, sou o seu Deus. Eu o tirei do Egito, a terra onde você era escravo. - Não adore outros deuses; adore somente a mim.

Serei uma pessoa perfeita

SALMOS 19.11-14
Senhor, os teus ensinamentos dão sabedoria a mim, teu servo, e eu sou recompensado quando lhes obedeço. Quem pode ver os seus próprios erros? Purifica-me, Senhor, das faltas que cometo sem perceber. Livra-me também dos pecados que cometo por vontade própria; não permitas que eles me dominem. Assim serei uma pessoa direita e ficarei livre do grave pecado da desobediência a ti. Que as minhas palavras e os meus pensamentos sejam aceitáveis a ti, ó SENHOR Deus, minha rocha e meu defensor!

*Jesus e o outro discípulo*

*JOÃO 21.20-25*
Então Pedro virou para trás e viu que o discípulo que Jesus amava vinha
atrás dele. Este era o mesmo que estava ao lado de Jesus durante o jantar da
Páscoa e que havia chegado para mais perto dele e perguntado: "Senhor, quem
é o traidor?" Quando Pedro viu aquele discípulo, perguntou a Jesus: - O que
diz, Senhor, a respeito deste aqui? Jesus respondeu: - Se eu quiser que ele
viva até que eu volte, o que é que você tem com isso? Venha comigo! Então se
espalhou entre os seguidores de Jesus a notícia de que aquele discípulo não
ia morrer. Mas Jesus não disse isso. Ele apenas disse: "Se eu quiser que ele
viva até que eu volte, o que é que você tem com isso?" Este é o discípulo
que falou destas coisas e as escreveu. E nós sabemos que o que ele disse é
verdade.

*Final*
Ainda há muitas outras coisas que Jesus fez. Se todas elas fossem escritas,
uma por uma, acho que nem no mundo inteiro caberiam os livros que seriam
escritos.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

"Deixo com vocês a paz"

JOÃO 14.27-31
- Deixo com vocês a paz. É a minha paz que eu lhes dou; não lhes dou a paz como o mundo a dá. Não fiquem aflitos, nem tenham medo. Vocês ouviram o que eu disse: "Eu vou, mas voltarei para ficar com vocês." Se vocês me amassem, ficariam alegres, sabendo que vou para o Pai, pois o Pai é mais poderoso do que eu. Digo isso agora, antes que essas coisas aconteçam, para que, quando acontecerem, vocês creiam. Não posso continuar a falar com vocês por muito tempo, pois está chegando aquele que manda neste mundo. Ele não tem poder sobre mim; mas o mundo precisa saber que eu amo o Pai e que, por isso, faço tudo o que ele manda. - Levantem-se, vamos sair daqui!

Jesus promete o Espírito Santo

JOÃO 14.15-26
Jesus continuou: - Se vocês me amam, obedeçam aos meus mandamentos. Eu pedirei ao Pai, e ele lhes dará outro Auxiliador, o Espírito da verdade, para ficar com vocês para sempre. O mundo não pode receber esse Espírito porque não o pode ver, nem conhecer. Mas vocês o conhecem porque ele está com vocês e viverá em vocês. - Não vou deixá-los abandonados, mas voltarei para ficar com vocês. Daqui a pouco o mundo não me verá mais, mas vocês me verão. E, porque eu vivo, vocês também viverão. Quando chegar aquele dia, vocês ficarão sabendo que eu estou no meu Pai e que vocês estão em mim, assim como eu estou em vocês. - A pessoa que aceita e obedece aos meus mandamentos prova que me ama. E a pessoa que me ama será amada pelo meu Pai, e eu também a amarei e lhe mostrarei quem sou. Então Judas, não o Judas Iscariotes, perguntou: - Senhor, como será possível que o senhor mostre somente a nós e não ao mundo quem o senhor é? Jesus respondeu: - A pessoa que me ama obedecerá à minha mensagem, e o meu Pai a amará. E o meu Pai e eu viremos viver com ela. A pessoa que não me ama não obedece à minha mensagem. E a mensagem que vocês estão escutando não é minha, mas do Pai, que me enviou. - Tenho dito isso enquanto estou com vocês. Mas o Auxiliador, o Espírito Santo, que o Pai vai enviar em meu nome, ensinará a vocês todas as coisas e fará com que lembrem de tudo o que eu disse a vocês.

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Jesus, o caminho para o Pai

JOÃO 14.1-7
Jesus disse: - Não fiquem aflitos. Creiam em Deus e creiam também em mim. Na casa do meu Pai há muitos quartos, e eu vou preparar um lugar para vocês. Se não fosse assim, eu já lhes teria dito. E, depois que eu for e preparar um lugar para vocês, voltarei e os levarei comigo para que onde eu estiver vocês estejam também. E vocês conhecem o caminho para o lugar aonde eu vou. Então Tomé perguntou: - Senhor, nós não sabemos aonde é que o senhor vai. Como podemos saber o caminho? Jesus respondeu: - Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém pode chegar até o Pai a não ser por mim. Agora que vocês me conhecem, conhecerão também o meu Pai. E desde agora vocês o conhecem e o têm visto.

"Eu dei o exemplo"

JOÃO 13.12-17
Depois de lavar os pés dos seus discípulos, Jesus vestiu de novo a capa, sentou-se outra vez à mesa e perguntou: - Vocês entenderam o que eu fiz? Vocês me chamam de "Mestre" e de "Senhor" e têm razão, pois eu sou mesmo. Se eu, o Senhor e o Mestre, lavei os pés de vocês, então vocês devem lavar os pés uns dos outros. Pois eu dei o exemplo para que vocês façam o que eu fiz. Eu afirmo a vocês que isto é verdade: o empregado não é mais importante do que o patrão, e o mensageiro não é mais importante do que aquele que o enviou. Já que vocês conhecem esta verdade, serão felizes se a praticarem.

Jesus entra em Jerusalém

JOÃO 12.12-19
No dia seguinte, a grande multidão que tinha ido à Festa da Páscoa ouviu dizer que Jesus estava chegando a Jerusalém. Então eles pegaram ramos de palmeiras e saíram para se encontrar com ele, gritando: - Hosana a Deus! Que Deus abençoe aquele que vem em nome do Senhor! Que Deus abençoe o Rei de Israel! Jesus procurou um jumentinho e o montou, como dizem as Escrituras Sagradas: "Povo de Jerusalém, não tenha medo! Veja! Aí vem o seu Rei, montado num jumentinho!" Naquela ocasião os discípulos não entenderam isso. Mas, depois de Jesus ter voltado para a presença gloriosa de Deus, eles lembraram que isso estava escrito a respeito dele e também que era isso o que tinha acontecido. A multidão que estava com Jesus quando ele havia chamado Lázaro para fora do túmulo e o tinha ressuscitado espalhou a notícia do que tinha acontecido. E o povo foi encontrar-se com Jesus, pois ficou sabendo que ele tinha feito esse milagre. Então os fariseus disseram uns aos outros: - Não estamos conseguindo nada! Vejam! Todos estão indo com ele!

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Jesus chora

JOÃO 11.28-44
Depois de dizer isso, Marta foi, chamou Maria, a sua irmã, e lhe disse em particular: - O Mestre chegou e está chamando você. Quando Maria ouviu isso, levantou-se depressa e foi encontrar-se com Jesus. Pois ele não tinha chegado ao povoado, mas ainda estava no lugar onde Marta o havia encontrado. As pessoas que estavam na casa com Maria, consolando-a, viram que ela se levantou e saiu depressa. Então foram atrás dela, pois pensavam que ela ia ao túmulo para chorar ali. Maria chegou ao lugar onde Jesus estava e logo que o viu caiu aos pés dele e disse: - Se o senhor tivesse estado aqui, o meu irmão não teria morrido! Jesus viu Maria chorando e viu as pessoas que estavam com ela chorando também. Então ficou muito comovido e aflito e perguntou: - Onde foi que vocês o sepultaram? - Venha ver, senhor! - responderam. Jesus chorou. Então as pessoas disseram: - Vejam como ele amava Lázaro! Mas algumas delas disseram: - Ele curou o cego. Será que não poderia ter feito alguma coisa para que Lázaro não morresse?

A ressurreição de Lázaro
Jesus ficou outra vez muito comovido. Ele foi até o túmulo, que era uma gruta com uma pedra colocada na entrada, e ordenou: - Tirem a pedra! Marta, a irmã do morto, disse: - Senhor, ele está cheirando mal, pois já faz quatro dias que foi sepultado! Jesus respondeu: - Eu não lhe disse que, se você crer, você verá a revelação do poder glorioso de Deus? Então tiraram a pedra. Jesus olhou para o céu e disse: - Pai, eu te agradeço porque me ouviste. Eu sei que sempre me ouves; mas eu estou dizendo isso por causa de toda esta gente que está aqui, para que eles creiam que tu me enviaste. Depois de dizer isso, gritou: - Lázaro, venha para fora! E o morto saiu. Os seus pés e as suas mãos estavam enfaixados com tiras de pano, e o seu rosto estava enrolado com um pano. Então Jesus disse: - Desenrolem as faixas e deixem que ele vá.

Deus tira o seu povo do Egito

SALMOS 105.37-45
Então Deus tirou os israelitas daquele país, e eles levaram consigo prata e ouro. Todos eram fortes e cheios de saúde. Os egípcios ficaram contentes quando os israelitas foram embora, pois estavam com medo deles. Deus pôs uma nuvem por cima do seu povo e fogo para guiá-los durante a noite. Eles pediram, e Deus mandou codornas e do céu deu a eles pão bastante para matar a fome. Ele partiu uma rocha, e jorrou água, que correu pelo deserto como um rio. Pois ele lembrou da sua santa promessa feita a Abraão, seu servo. Assim Deus tirou do Egito o seu povo escolhido, e eles saíram de lá cantando e gritando de alegria. Deus lhes deu as terras de outras nações e deixou que tomassem os campos delas, para que eles obedecessem às suas leis e guardassem os seus mandamentos. Aleluia!